Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

NORMAS DA ABNT DEVEM SER PÚBLICAS PARA TODA A SOCIEDADE

A NBR 15575 – Edificações Habitacionais – Desempenho, publicada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, estabelece parâmetros técnicos para vários requisitos importantes de uma edificação, como desempenho acústico, desempenho térmico, durabilidade, garantia e vida útil, e determina um nível mínimo obrigatório para cada um deles. O maior absurdo é que estas normas são comercializadas pela ABNT, ou seja a sociedade paga os impostos, taxas, sindicatos, federações e ainda para construir tem que pagar por uma norma que deveria estar publicada na internet para conhecimento de todos, assim como as leis, decretos, planos diretores, mapas e outros instrumentos de interesse público. Arq. Manoel Marques

Norma de Desempenho ABNT 15575

Os desafios da Norma de Desempenho ABNT 15575 A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) publicou, no final de fevereiro, a norma NBR 15.575 - Edificações Habitacionais - desempenho, com o objetivo de fornecer aos usuários garantia de qualidade das edificações residenciais a partir da definição de requisitos mínimos que devem ser atendidos pela unidade habitacional e suas áreas comuns. Seu atendimento será obrigatório para edificações novas em 150 dias a partir da data de sua publicação .A norma é voltada a estipular parâmetros de desempenho que devem ser considerados em todo o processo da obra - seu atendimento deverá gerar alterações no modo de atuação de todo o segmento da construção civil. A especificação de materiais e sistemas será baseada no desempenho requerido durante a vida útil da construção e visa a proteger o usuário final, dentro do tempo de utilização mínimo definido pelas normas vigentes, ou de maneira mais particular, pelo usuário ou projetista. Os comprad

Gerenciamento de Projetos

Imagem
Os 7 passos do gerenciamento de projetos Fernando C. Barbi O enxugamento dos quadros de pessoal e o aumento da necessidade de especialização técnica têm levado muitas empresas a recrutar no mercado profissionais por período determinado apenas para a execução de projetos específicos. Neste contexto, entender o processo de gerenciamento de projeto tem se tornado vital para organizações a medida em que mais e mais novos negócios vão se revestindo da aura de projeto e passam a exigir um cabedal de técnicas gerenciais que nem sempre estão disponíveis nas empresas. Um projeto é um empreendimento temporário, com data de início e fim, cujo objetivo é criar ou aperfeiçoar um produto ou serviço. Gerenciar um projeto é atuar de forma a atingir os objetivos propostos dentro de parâmetros de qualidade determinados, obedecendo a um planejamento prévio de prazos (cronograma) e custos (orçamento). Ou seja, dadas as metas e as restrições de recursos e tempo, cabe ao gerente de projetos gara

Taxa interna de retorno modificada (MTIR)

Imagem
O que é? A  TIR modificada  (ou MTIR) é uma forma alterada da  taxa interna de retorno  e procura corrigir problemas relacionados à diferença de taxas reais de financiamento dos investimentos (despesas com valores negativos) e de aplicação de caixa excedente (receitas com valores positivos) existente no cálculo da TIR. A principal finalidade da MTIR é estabelecer o retorno de um investimento que contemple a aplicação dos fluxos excedentes por uma taxa de aplicação e os déficits de fluxos por uma taxa de captação. Sintaxe da função MTIR =MTIR( valores ;  taxa_financiamento ;  taxa_reinvestimento ) Valores  é um intervalo que contenha os fluxos de caixa do investimento. Estes números representam uma série de pagamentos (valores negativos) e recebimentos (valores positivos) que ocorrem em períodos regulares. Os valores devem conter pelo menos um valor positivo e um negativo para calcular a taxa interna de retorno modificada. Observação:  Se não houver ao menos um valor negativo

Análise financeira de Empreendimentos

Embora os métodos para a análise de investimentos sejam realmente válidos, eles são deixados de lado por grande parte da comunidade dos negócios, principalmente nas pequenas e médias empresas. Há muitas razões para esse lamentável fato. Em primeiro lugar, a introdução desses métodos nos currículos das faculdades é um desenvolvimento relativamente recente. Segundo, em muitos casos, os empresários usam, e às vezes, abusam da intuição e da experiência na tomada de decisões sobre a aplicação do capital. Finalmente, o método da taxa de retorno, que é o mais popular, muitas vezes é utilizado de maneira inadequada, gerando uma expectativa errada a respeito do projeto em questão. Infelizmente, essas maneiras inadequadas de aplicação do método da taxa de retorno foram consagradas pela prática devido a suas aparentes simplicidades. Os objetivos deste artigo são: - Apresentar, discutir e comparar os dois principais métodos para a análise de investimentos: Método do Valor Presente líq