O Projeto e a baixa Produtividade na construção

Sondagem feita com as maiores empresas de capital aberto de construção civil detectou que os principais problemas que afetam a lucratividade do setor por ordem de importância são:

1- Projetos mal elaborados
2- Empreendimentos com planejamento falho
3- Métodos construtivos ultrapassados
4- Sistemas de gestão ineficientes
5- Baixa qualificação da mão de obra
6- Falta de equipamentos adequados
7- Materiais de baixa qualidade

Analisando os dados vemos que é no projeto o principal entrave para um empreendimento dar lucro e, ironicamente, é o de menor valor do investimento em obras de construção, mas é onde os empresários tentam "economizar".

Tudo começa na escolha de uma área onde a empresa "escuta" mais o corretor do que um profissional de projeto que pode com uma análise inicial, tanto documental como técnica, dar um parecer que evitará prejuízos futuros, mas aí já se iniciou o círculo vicioso de não remunerar o serviço de consultoria de um arquiteto, chegando a muitas vezes adquirirem uma área literalmente no escuro.

Na sequência deste processo os valores de prestação de serviço são literalmente achatados pelo rolo compressor da economia, justamente onde não se devia fazer, e aviltam-se os orçamentos. Ao arquiteto caberá a alternativa de, sem outra alternativa para cobrir seus custos, entregar menos do que deveria e a obra será realizada com projetos incompletos e sem os detalhes necessários à boa execução da obra.

Outro ponto que deveria ser implementado pelas empresas do setor é a contratação do arquiteto para acompanhar e fiscalizar o que projetou e também retificar ou complementar o que for necessário.

Sincronizar e coordenar os projetos complementares pode identificar os possíveis gargalos e interferências e saber se a obra será produtiva e quanto vai custar.

Somente com a valorização do projeto as obras serão melhor projetadas evitando-se improvisações e o consequente estouro do orçamento gerando prejuízos que afetarão o resultado e o lucro do empreendimento.